Obras em duas avenidas na Cidade Baixa causam transtornos e congestionamento - Rota Notícias

[Fechar]

Prefeitura-01

Notícias Recentes

Obras em duas avenidas na Cidade Baixa causam transtornos e congestionamento

Obras em duas das principais vias da Cidade Baixa vêm causando reclamações e transtornos de moradores do local, por estarem sendo feitas de forma simultânea. As Avenidas Dendezeiros e Luiz Tarquínio passam por intervenções que vêm culminando no congestionamento de veículos que trafegam pela região.

No Dendezeiros, as obras constituem a construção do chamado “Caminho da Fé” (leia mais aqui), que liga o santuário de Irmã Dulce à Igreja do Bonfim. O trecho está totalmente interditado por conta das modificações, que são de ingerência da Superintendência de Obras Públicas do Salvador  (Sucop). Em nota, a autarquia informou que “toda obra gera transtorno” e que “foi necessário interditar a via para que o serviço seja concluído com mais rapidez, considerando que a via deverá estar liberada na época da lavagem do Bonfim”, que passa pela via (leia mais aqui).

Na Av. Luiz Tarquínio, a intervenção é de responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). Por conta da reforma, apenas uma faixa da via está liberada para a passagem de veículos. A obra, segundo a pasta, faz parte da 3ª Etapa da Requalificação do Largo de Roma, que irá modificar o trânsito na região, com a criação de uma nova via de ligação entre a Dendezeiros e a Luiz Tarquínio, permitindo a integração do Hospital Santo Antônio à Praça Irmã Dulce.

“O trânsito na Avenida Luiz Tarquínio, na Cidade Baixa, entre o Largo de Roma e o acesso da Unidade de Alta Complexidade do Hospital Santo Antônio (Irmã Dulce), está com uma interrupção parcial, com apenas uma das faixas liberada para o tráfego, enquanto são realizadas obras de substituição da rede de drenagem, aumentando a capacidade de escoamento das águas fluviais”, explicou a companhia estadual, em nota.

Questionada sobre o planejamento para obras em duas das principais vias de saída do Bonfim e região, a Conder informou que “todas as intervenções realizadas pela Conder em Salvador são submetidas à análise e aprovação pelos órgãos competentes da prefeitura municipal”.

Na Luiz Tarquínio, agentes da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), autarquia da prefeitura, monitoram a situação. 

Em nota, a Transalvador afirma que exigiu que à construtora responsável contratasse “dois monitores para auxiliar no monitoramento do tráfego”. “Além destes, há uma equipe de supervisão da área e uma viatura. Caso haja necessidade, o órgão enviará o efetivo necessário para suprir a demanda”, informou.

A autarquia recomenda que os condutores “evitem situações que possam prejudicar ainda mais o tráfego, como por exemplo o estacionamento e parada em locais irregulares”. Além disso, “sempre que possível, devem evitar os horários de pico devido ao fluxo, buscando vias alternativas, como a Rua Henrique Dias e a Avenida Caminho de Areia, por exemplo”.

A previsão inicial é de que a obra seja concluída até o dia 21 de novembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário